segunda-feira, 9 de abril de 2012

Orar pedindo a Deus pra ferir alguém não é ilegal, diz um Juiz

Por David Gibson (RNS) 

Tem algum problema em pedir a Deus para fazer mal a outra pessoa? A teologia da "oração imprecatória" pode ser uma questão de debate, mas um juiz de Dallas decidiu que é legal, pelo menos enquanto ninguém está realmente ameaçado ou prejudicado.
Juiz do Tribunal Distrital, Martin Hoffman, na segunda-feira (2 de abril) julgou improcedente uma ação movida por Mikey Weinstein contra um ex-capelão da Marinha que, segundo ele utilizou "maldição", como as orações no Salmo 109 para incitar outras pessoas para prejudicar o agnóstico judeu e fundador da Military Religious Freedom Foundation e sua família.
Hoffman disse que não havia nenhuma evidência de que as orações feitas por Gordon Klingenschmitt, estavam ligados a ameaças feitas contra Weinstein e sua família ou danos causados ​​à sua propriedade.
Segundo o processo, Klingenschmitt postou uma oração em seu site pedindo seguidores a orar para a queda do MRFF.
"Eu louvo a Deus pela liberdade religiosa porque o juiz declarou que está OK para fazer orações e citações imprecatórias utilizando o Salmo 109," Klingenschmitt disse após a decisão, de acordo com a The Dallas Morning News.  
Salmo 109 pede a morte de um oponente e maldições em sua viúva e filhos, entre outras coisas.
A decisão de Hoffman não chegou a se transformar em questões constitucionais, tanto quanto o fez em alegações de que as orações tenham incitados as ameaças e vandalismos.
 Weinstein, ex-advogado da Força Aérea que iniciou a fundação para combater o que ele vê como indevida influência religiosa nas forças armadas, disse na sexta-feira (6) que "um apelo muito agressivo é altamente provável". Ele disse que recebeu inúmeras ameaças de morte, teve suásticas pintadas em sua casa, e que as janelas foram quebradas, e carcaças de animais deixados à sua porta, como resultado de seu ativismo.
"Estamos desapontados com a decisão porque acreditamos que o juiz cometeu um erro em não entender que as orações imprecatórias são palavras de código para violência contra a minha família", disse Weinstein.  
"Eu  acho que o juiz não entendeu que estas não são orações comuns", acrescentou, comparando oração imprecatória a uma fatwa islâmica radical.
Orações imprecatórias têm uma longa e complicada história  entre as tradições religiosas. Mas este tipo de oração, e o Salmo 109, em particular, tornou-se um tema quente desde a eleição do presidente Barack Obama, e um  grande número de religiosos conservadores têm invocado contra ele.
No caso mais recente, o presidente da Câmara dos Deputados, no Kansas, Mike O'Neal, deflagrou protestos em janeiro, quando ele enviou o Salmo 109 para seus colegas republicanos, escrevendo: "Finalmente - Eu posso honestamente expressar uma oração bíblica para o nosso presidente! "
"Felizmente, o tribunal reconheceu que se as pessoas forem obrigadas a parar de oferecer orações imprecatórias, metade das igrejas, sinagogas e mesquitas neste país terão de ser fechadas", disse John W. Whitehead, presidente do Instituto Rutherford, um  grupo de defesa que ajudou a defender a Capelania das Igrejas do Evangelho Completo.
 
 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado pela participação no Blog. Jesus te abençoe.
Você pode comentar usando o Facebook no campo acima, ou comentar usando uma conta do Google aqui :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...