quinta-feira, 30 de junho de 2016

John Piper: "Os cristãos devem se preparar para o Fim dos Tempos agora"



Os cristãos devem estar preparados para o fim dos tempos agora ,disse  John Piper , apontando para a parábola de 10 virgens como evidência para a necessidade de estarmos prontos para a segunda vinda de Jesus e urgência para evangelizarmos aqueles que ainda não são salvos.

Piper, que serve como o fundador e professor na  DesiringGod.org , disse em um sermão em seu site esta semana, que, conforme descrito nesta parábola em Mateus 25: 2-4, os cristãos precisam estar totalmente preparados para a volta de Cristo, em vez de estarem apenas fingindo estarem preparados com uma fachada de crença religiosa superficial.

A parábola diz, em parte: "Cinco delas eram insensatas, e cinco prudentes ,enquanto as insensatas, tomando as lâmpadas, não levaram azeite consigo, mas as prudentes levaram frascos de azeite com as suas lâmpadas.".

A parábola continua a dizer que Deus diz aos crentes : "Vigiai, porque não sabeis nem o dia nem a hora da sua chegada”, acrescentando que as 10 mulheres foram incumbidas de preparar o caminho para o Senhor, mas cinco não estavam preparadas.
Esta parábola se refere à preparação dos cristãos para o Fim dos Tempos, Piper explica, como o azeite representa a verdadeira espiritualidade, enquanto a lâmpada pode estar vazia se estiver  faltando uma fé ativa.

"Você está pronto? Ou você tem azeite em forma de religiosidade ?" pergunta Jonh  Piper. "Você tem vida, fé, esperança, amor, realidade, ou você está apenas levando em sua lâmpada uma religiosidade vazia? "Eu vou à igreja. Eu carrego uma Bíblia. Eu oro antes das refeições. Eu tento manter os Dez Mandamentos. "  Piper continua a escrever que o trabalho dessas mulheres era levar o azeite  em suas lâmpadas, enquanto esperavam a chegada do esposo, assim como crentes  tem o "trabalho de manter uma fé ativa enquanto espera pela chegada de Jesus.

"O azeite nas lâmpadas é a maneira que elas tem que fazer um trabalho bem feito. Se elas não têm azeite para suas lâmpadas, elas estão negligenciando o meio designado para elas fazerem seu trabalho. Cinco delas são tolas. Elas não estão levando a sério seu chamado para manter a luz acesa ", diz Piper.

"Elas estão negligenciando o único meio pelo qual as suas lâmpadas pode fazer algum  bem. Que valor tem uma lâmpada na cultura? Pra que serve  uma lâmpada que não tem azeite para queimar para que ela possa fazer a luz? Seu trabalho era fornecer luz quando ele vem. E elas estão com lâmpadas sem azeite, por assim dizer, lâmpadas sem eletricidade, lâmpadas sem azeite suficiente, tochas sem fogo ", acrescenta.

O renomado líder mundial evangélico Billy Graham também pediu aos cristãos para se arrependerem de seus pecados, alertando que, embora ele não tem nenhuma maneira de saber quando o fim dos tempos irá ocorrer, ele tem uma suspeita de que o mundo poderia voltar aos dias de Noé delineado no Gênesis 6: 5.

"Os dias de Noé estão voltando para a Terra e uma catástrofe tão grande e terrível aguarda aqueles que se recusam a entrar na arca da salvação, que é Jesus Cristo", Billy Graham explicou em uma recente mensagem  em sua revista Decisão.

"Neste dia, quando as nuvens de julgamento estão começando a recolher, Cristo é o refúgio. Você deve cruzar o limiar e passar para dentro da arca. Aceite Cristo agora como seu Salvador, antes que seja tarde demais", Graham continua. "Você está preparado ? Você pode estar perto, mas você está dentro? A tempestade universal e terrível está chegando. Os dias de Noé podem estar  logo em cima de nós. Você está pronto para o Dia do Julgamento?"

KATHERINE WEBER  

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 29 de junho de 2016

8 motivos que mostram que a Igreja é a maior força na terra.


A Igreja é o conceito mais magnífico jamais criado. Ela sobreviveu  a  vários abusos, perseguições  horríveis, e negligência generalizada. No entanto, apesar de suas falhas (devido à nossa natureza pecaminosa), ainda é o instrumento escolhido por Deus para abençoar e tem sido há mais de 2.000 anos.
A Igreja vai durar para a eternidade, e porque é o instrumento de Deus para o ministério aqui na Terra, é verdadeiramente a maior força na face da Terra. É por isso que eu acredito que para enfrentar os  maiores problemas do mundo - os gigantes da perdição espiritual, liderança egocêntrica, pobreza, doença e ignorância - só pode ser feito por meio da Igreja.
A Igreja tem oito vantagens sobre as  empresas e os governos:

1. A Igreja prevê a maior participação.

A maioria das pessoas não tem ideia de quantos cristãos existem no mundo: mais de 2 bilhões de pessoas afirmam serrem seguidores de Jesus Cristo. Isso é um terço da população do mundo! A Igreja tem cerca de um bilhão de pessoas a mais do que toda a nação da China.

Por exemplo, perto de 100 milhões de pessoas nos Estados Unidos foram à igreja neste fim de semana. Mais pessoas foram à igreja no final de semana do que o número de pessoas que irão assistir eventos esportivos nos Estados Unidos ao longo deste ano. A Igreja é a maior força para o bem no mundo. Nada se compara.

2. A Igreja está preparada para a mais ampla distribuição.

A Igreja está em toda parte no mundo. Há aldeias que têm poucas pessoas , mas elas têm uma igreja. Você poderia visitar milhões de aldeias de todo o mundo que não têm uma escola, uma clínica, um hospital, um corpo de bombeiros, ou uma estação de correios. Eles não têm quaisquer empresas. Mas eles têm uma igreja. A Igreja está mais amplamente difundida - mais amplamente distribuída - do que qualquer franquia de negócios no mundo.

Considere o seguinte: A Cruz Vermelha notou que 90 por cento das refeições que foram servidas  para as vítimas do furacão Katrina foram realmente preparadas por igrejas Batistas do Sul. Muitas igrejas foram capazes de entrar em ação mais rápido do que as agências do governo ou da Cruz Vermelha. 

Por quê? A Igreja está, literalmente, em todos os lugares, e os cristãos que poderiam fornecer ajuda para a Costa do Golfo se comunicava com os cristãos que precisavam  de ajuda , e puderam ajudar  imediatamente.

3. A Igreja oferece uma  continuação mais longa.

A Igreja existe a mais de 2.000 anos.  A Igreja tem um histórico que se estende por séculos: os líderes maliciosos tentaram destruí-la, grupos hostis a perseguiram, e os céticos zombaram dela. No entanto, a Igreja de Deus esta maior agora do que nunca antes na história.

Por quê? Porque é a Igreja que Jesus estabeleceu, e é indestrutível. A Bíblia chama a Igreja um reino inabalável. Em Mateus 16:18, Jesus diz: "Eu edificarei a minha Igreja e todos os poderes do inferno não prevalecerão contra ela" . Todos os poderes do inferno - em outras palavras, nenhum furacão, nenhum terremoto, nenhum tsunami, fome, pandemia, nenhum exército jamais destruirá a Igreja estabelecida por Jesus Cristo.

4. A Igreja fornece a mais rápida expansão.

Você sabia que a cada dia 60.000 novas pessoas passam a acreditar em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador? Até o final do dia de hoje, milhares de novas igrejas serão iniciadas em todo o mundo, e isso vai acontecer amanhã e no dia seguinte, e no próximo.

Porque é que a rápida expansão é importante? Se você tem um problema que está crescendo a um ritmo rápido, então você precisa de uma solução que irá crescer ainda mais rapidamente. Por exemplo, o HIV / AIDS  está a crescer a um ritmo incrivelmente rápido no mundo. Agradeça ainda Deus que  a Igreja está crescendo mais rápido do que a doença, por isso, mais e mais crentes podem ajudar a ministrar para aqueles com HIV / AIDS.

Se nós vamos enfrentar gigantes globais como a pobreza, a doença, o analfabetismo , então temos de ser parte de algo que está crescendo mais rápido do que o problema. A Igreja está fazendo exatamente isso!

5. A Igreja oferece a maior motivação.

Por que qualquer um de nós fazemos  o que fazemos no ministério? Não é para ganhar dinheiro, não para fazer um nome para nós mesmos e não para o serviço à nossa nação. Fazemos isso por amor. Jesus afirma-se como o grande mandamento: "Amar a Deus de todo o coração e amar o próximo como a si mesmo". 
Nós não fazemos o trabalho duro necessário para enfrentar esses gigantes globais por dinheiro ou fama, ou por qualquer outra coisa. Não iria valer a pena; nós sairíamos antes do fim.

Estamos motivados para fazermos o trabalho duro do ministério porque amamos a Deus, e nosso amor por Deus nos obriga a amar outras pessoas. É o amor que nunca desiste; é o amor que nos faz a avançar apesar da aparência de probabilidades impossíveis; e é o amor que supera qualquer problema.

6. A Igreja fornece a autorização mais forte.

Deus autorizou a Igreja a assumir gigantes globais, como a perdição espiritual, liderança egocêntrica, pobreza, doença e ignorância. Com a autorização de Deus, o resultado é garantido para ser bem sucedido.

Quando você sabe que Deus autorizou você a fazer algo, você não  vai se preocupar com o fracasso, porque Deus não patrocina fracassos. Se Deus diz que vai fazer, ele vai fazer  acontecer. É inevitável. Na verdade, a Bíblia ensina que Deus nos dará o seu poder para completar a tarefa. Este é o caminho de Deus - pessoas comuns habilitadas pelo seu Espírito.

7. A Igreja fornece a administração mais simples.

A Igreja está organizada de tal forma que possamos trabalhar mais rápido e com menos burocracia do que a maioria das agências governamentais ou mesmo bem intencionadas instituições de caridade. 

Por exemplo, a estrutura organizacional na  Saddleback Church , que é baseada no modelo do Novo Testamento, afirma que cada membro é um ministro. Cada pessoa em nossa família da igreja é incentivado a usar   seus dons espirituais, coração, habilidades, personalidade, experiências, para fazer o que Deus chamou-lhe para fazer. Não há burocracia ou hierarquia. Não há uma única comissão, e o processo não requer uma longa lista de aprovações.

O velho odre de comando e controle não vai funcionar bem no século 21. A organização do futuro é a "rede." E não há melhor rede em todo o mundo do que a Igreja, onde cada membro é um ministro e tem  poder para fazer o que Deus quer que seja feito.
Consideremos desta forma - dezenas de milhões de cristãos em milhões de pequenos grupos que fazem parte de igrejas em todo o mundo podem enfrentar os gigantes globais com nenhuma outra autoridade do que a dada da parte de Jesus Cristo. Em outras palavras, nós temos a permissão de Deus e temos a ordem de Deus para fazê-lo. Não há necessidade de pedir permissão a ninguém.

8. A Igreja prevê a conclusão de Deus.

Como acreditamos que a Bíblia é a Palavra de Deus, nós já sabemos o fim da história. Jesus disse em Mateus 24:14, "A boa notícia sobre o Reino de Deus será pregado em todo o mundo a cada nação, e em seguida virá o fim" (NCV). É inevitável.


Quando você considera essas oito vantagens, pense sobre a explosão exponencial do ministério quando milhões e milhões de pequenos grupos em milhões e milhões de igrejas organizam-se de tal forma que cada pessoa pode fazer a sua parte em atacar os cinco gigantes globais.
O que você acha que poderia acontecer se o povo de Deus orasse  contra esses gigantes globais, preparando a ação contra estes gigantes, e depois mudando através da fé para enfrentar estes gigantes?

Podemos olhar para estes problemas e pensar: "Estes são grandes demais! Como poderíamos resolvê-los? "

Mas com Deus, nada é impossível - e se todos nós trabalharmos juntos como sua Igreja, vamos ver esses gigantes cair apenas como Golias caiu quando confrontado com a obediência de David a Deus.

Pastor, é um grande privilégio e uma tremenda responsabilidade para liderar uma igreja local. Deus não teria colocado onde você está, se ele não acreditasse que poderia lidar com a tarefa antes de você. Você joga um papel vital no combate a estes gigantes globais. É meu privilégio de trabalhar junto  com você.

PASTOR RICK WARREN
Rick Warren é o pastor fundador da  Saddleback Church, em Lake Forest, Califórnia, uma das maiores e mais influentes Igrejas  dos EUA. Pastor Rick é autor do best-seller “Uma Vida com Propósitos”. Seu outro livro,  Igreja com Propósitos, foi nomeado um dos 100 livros cristãos que mudaram o século 20. Ele também é fundador da Pastors.com, uma comunidade global da Internet para os pastores.

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 17 de junho de 2016

A Mensagem Cristã transmitida no filme “A Invocação do Mal”. Os roteiristas, que são Cristãos, falam sobre a mensagem evangelística do filme.



Quando se pensa em grandes filmes de terror,muitas vezes não pensamos no evangelho cristão. Mas quando os roteiristas cristãos Chad e Carey Hayes escreveram A Invocação do mal (2013), a segunda maior bilheteria de filme de terror original, atrás apenas do O Exorcista , isso é exatamente o que eles tinham em mente. O filme foi concebido para retratar a vitória de Deus sobre o mal e concluiu com esta indicação corajosa:
"Forças diabólicas são formidáveis. Estas forças são eternas, e eles existem hoje. O conto de fadas é verdade.   o diabo existe. Deus existe. E para nós, como povo, o nosso próprio destino é  sobre as quais  elegemos a seguir ".

Sua aguardada sequência, A Invocação do Mal  2, chegou aos cinemas neste mês e os críticos dizem que é ainda mais assustador do que seu antecessor. Mas, de acordo com os irmãos Hayes, eles colocaram outra mensagem cristã neste filme, ou seja, uma história "sobre Deus sempre estar lá para aqueles que precisam."

Esta história de dois irmãos que "vieram  a conhecer o Senhor em uma idade jovem" e dedicaram suas vidas a misturar Jesus com horror me fez sentir que isso era  muito intrigante para ignorar.Então eu decidi falar com Chad e Carey sobre como sua fé influencia seu trabalho e se eles acreditam que filmes de terror podem realmente serem redentores.

RNS: Seu primeiro filme desta série foi um sucesso estrondoso arrecadando mais de US $ 300 milhões de dólares, mas o tema foi a vitória de Deus sobre o mal. Por que você escolheu esse tema para explorar em A Invocação do Mal ?

Chad: Porque é a verdade e tem um drama convincente. Nossos personagens principais e do ponto de vista do filme são Ed e Lorraine Warren, que foram extremamente religiosos. Na verdade, Lorraine, que ainda está viva hoje, tem uma missa realizada todos os dias em sua casa. Foi a sua fé em Deus que lhes deu a capacidade de ajudar o triunfo da família Perron sobre o mal, que foi tão convincente. É por isso que optamos por centrar a história em torno deles.

RNS: Você incluiu uma mensagem de fé neste filme?

Chad: Sim, no tom geral da história. Especialmente como Efésios 6:12 : "Porque a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os principados, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." Também gostei da ideia de que uma pessoa pode fazer a diferença na vida de outra pessoa.

RNS: Carey, Deus vence nesses filmes. Isso foi intencional, e que você acha que isso era necessário?

Carey: Sim, foi intencional, que era parte da história, bem como as crenças de Ed e Lorraine. E sim, muito necessário. Partimos desde o início para fazer uma história verdadeira, e Deus era parte dessa verdade.

RNS: Quando você abre a porta para o reino espiritual, é difícil prever o que você vai deixar entrar. Você encontrou quaisquer eventos demoníacos ou sobrenaturais durante as filmagens de um desses filmes.?

Chad: Sim, um punhado de vezes, mas fomos capazes de orar, alegando autoridade em Jesus sobre eles. Quando estávamos escrevendo o primeiro filme, passamos horas no telefone com Lorraine, que vive na costa leste, e muitas vezes o murmúrio de vozes iria aparecer na linha. Lorraine simplesmente perguntava-nos se lembrávamos o que nós estávamos falando e sobre essa interferência, e então ela severamente orou em nome de Jesus, comandando as vozes para sair, e elas iriam desaparecer. Isso aconteceu várias vezes.
Outra vez, tivemos poltergeists aleatórios de água aparecendo em diferentes áreas no chão da sua casa. Lorraine ajudou com isso também, e isso parou. Em outra nota, o meu filho estava trabalhando no filme e um dia, ele estava sozinho, recuperando cabo da câmera da sala de artefatos. Ele ouviu um barulho e virou-se, apenas para descobrir um pião girando no chão atrás dele. Ele saiu de lá e nunca entrou naquele quarto novamente.

RNS: Carey, muitos cristãos podem pensar que filmes de terror não são bem adaptados para os crentes que querem evitar a violência gratuita ou elementos demoníacos. Como pode um filme de terror, se escrito corretamente, na verdade, beneficiar uma pessoa de fé?

Carey: Esta é uma pergunta muito boa e que encontramos muito isso. Como cristãos, somos informados para deixar Deus ser o juiz de coisas, não nós. Acreditamos também estamos aqui para ajudar o próximo. Em nossos filmes, o bem vence o mal, que se basear na verdade, prova que se o mal existe, então Deus existe também. Temos recebidos cartas de pessoas que experimentaram coisas semelhantes ao que eles viam nos filmes, e vieram  a tornar-se crentes, como resultado. Então, se escrito corretamente, e por isso, queremos dizer verdades em um sentido espiritual, contando a história do que um crente acredita, e um por um, o exército de Deus cresce à medida que as pessoas vêm para conhecer a verdade.

RNS: É possível para alguém usar este filme como uma maneira de iniciar uma conversa espiritual com os seus filhos ou amigos? Se assim for, como você vê isso acontecendo?


Chad: Sim, mas isso já aconteceu. Fomos abordados por um casal de ministros da juventude em uma convenção que nos disse que começou a mostrar o filme para os seus grupos de jovens e, em seguida discutir o filme com eles. Sabemos que outros crentes que têm feito a mesma coisa para amigos e familiares. O Pastor Rick Warren  nos parabenizou e disse que amou a mensagem que o filme trouxe à luz. 

Jonathan Merritt (RNS)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Católicos e Muçulmanos rezam juntos para Maria em um Santuário

Mulheres muçulmanas  xiitas libanesas visitam o Santuário de N.Senhora do Líbano em Harissa.



Durante o mês de Maio, os católicos de todo o mundo veneram a Virgem Maria em uma prática que remonta ao século 13. Mas em um santuário a Maria em Harissa, Líbano, não são apenas  católicos que vão para rezar.

O Santuário de Nossa Senhora do Líbano tem atraído visitantes muçulmanos desde que abriu em 1908, disse o Reitor do Santuário, Padre Younen Obeid, em um vídeo recente produzido pela Catholic News Service. Eles vêm como turistas, mas também para rezar e participar de cerimônias cristãs no local.

“Todos [os visitantes] muçulmanos têm grande respeito por Maria”, disse Obeid.

Esse respeito decorre diretamente do Alcorão, o livro sagrado do Islã, que faz referência a Maria 37 vezes - até mesmo mais vezes do que a Bíblia. O capítulo 19 do Alcorão tem de fato o nome de Maria e conta a história de sua vida e como ela veio para dar à luz a Jesus, embora o Islã  não sustenta a crença da divindade de Jesus.

Maria tornou-se um “símbolo de unidade” no Líbano, onde a guerra, os conflitos inter-religiosos e a sempre presente ameaça do extremismo tem separado muitas pessoas.

A reverência compartilhada para Maria é especialmente enraizado na cultura do Líbano, onde católicos, muçulmanos e pessoas de outras religiões celebram a Festa da Anunciação , em 25 de março e visitam o santuário de Harissa durante mês de maio de Maria e ao longo do ano.
Randa Youssef, uma mulher muçulmana xiita de Beirute, disse à CNS que ela gostava de visitar o santuário para pedir perdão. “Eu espero que ela nos ouça e leve nossas orações a Deus”, disse Youssef.

Antonia Blumberg (THP)



COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 16 de junho de 2016

As respostas sólidas para tempos difíceis.



Aconteceu novamente. Atrocidades inacreditáveis ​​com ataques de terroristas matando centenas de pessoas inocentes em vários lugares do mundo

As imagens enchendo nossas telas e enviando um tremor a nossa coluna vertebral e enchendo a mente com perguntas. Perguntas como:

Por quê isso aconteceu?
Como isso é possível?
Qual deve ser a nossa resposta?
Quando a loucura terminará?
A Bíblia, ao contrário de qualquer outro livro na história, nós dá muitas respostas:

Respostas às nossas questões mais profundas:

1. A resposta para isso é o pecado, não o mal.

O mal não é uma presença, princípio ou pessoa. O mal é um resultado. É o resultado de pessoas que fizeram a escolha consciente de agir sobre sua natureza pecaminosa. O pecado é a causa e o mal é o efeito. Quanto mais a pessoa abraça o pecado em seu coração,  mais hediondo são as ações de suas mãos. (Cf. Gn 4: 7)

"E o julgamento é baseado neste fato: a luz de Deus veio ao mundo, mas as pessoas amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más." (João 3:19, NLT)

2. A resposta para “Como” é confusão.

Nós nos convencemos de que a diplomacia, a política e a democracia têm o poder de curar ou, eventualmente, controlar o pecado. Nenhuma quantidade de ensino, tecnologia, tolerância, tratados ou táticas podem efetuar a transformação real. A única cura para o pecado é a cruz. O único caminho para a paz é um príncipe e Seu nome é Jesus.

"Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado ... E ele será chamado: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz." (Isaías 9: 6, NLT)

"... Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores ..." (1 Timóteo 1:15, NIV)

3. A resposta para “E agora?” é o evangelismo.

Como indivíduos, é a palavra de Deus,e  não o governo, que terá o verdadeiro potencial para acabar com o mal. A palavra evangelismo significa, literalmente, espalhar a boa notícia. Como somos inundados com más notícias de um mundo indo para o inferno, ele destaca a boa notícia da história que contamos que Jesus pode transformar o ódio mais profundo no mais puro amor.

"E [Jesus] disse-lhes:" Ide a todo o mundo e pregai o Evangelho a todos, em toda parte. "(Marcos 16:15,)

4. A resposta para “Quando”  é breve.

A história não é cíclica ou linear, é terminal. A Bíblia é clara que a história é a História de Deus. Deus começou esta história com a criação e Ele está trazendo o drama humano a uma conclusão. O mundo não é uma espiral fora de controle aleatoriamente como uma vítima indefesa dos caprichos da humanidade. Pelo contrário, Deus está soberanamente supervisionando  a história da salvação. Todos os capítulos estão  propositadamente ligados entre si e construindo um crescendo que acabará por acentuar o verdadeiro protagonista desta grande saga, Jesus Cristo. Cada dia é um atraso divino, destinado a proporcionar a cada pessoa mais uma chance de escolher o bem sobre o mal (2 Pedro 3: 9). Quando a última página do último capítulo for finalmente concluído, Deus vai erradicar o pecado e o mal para sempre.

"Eu ouvi um grito alto do trono, dizendo:" Olha, a casa de Deus é agora entre o seu povo! Ele vai viver com eles, e eles serão o seu povo. Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará toda lágrima de seus olhos, e não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. . Todas estas coisas se foram para sempre "" (Apocalipse 21: 3-4, NLT)


A resposta que nosso mundo tão desesperadamente precisa é Jesus e Seu poder, Seu propósito e Sua paz.

(Brian Moss)


COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Estados Unidos aceitaram apenas 28 cristãos refugiados,mas aceitaram 5.435 refugiados muçulmanos, apesar do genocídio incomparável do Estado Islâmico contra os cristãos.


O governo dos Estados Unidos está aceitando um  número incrivelmente baixo  de refugiados cristãos, apesar do genocídio em curso nas mãos do grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) no Iraque e na Síria, segundo informações do Centro Americano de Direito e Justiça.

O grupo citou números  do Centro de Processamento de Refugiados, observando que enquanto os EUA aceitaram 11.086 muçulmanos do Iraque desde o início de 2015, apenas 433 cristãos foram adicionados a esse número. E na Síria, houve 5.435 muçulmanos bem-vindos e apenas 28 cristãos.
Parte inferior do formulário
"Em uma tentativa de justificar essa discrepância surpreendente, a administração Obama e a liderança democrata do Congresso continuam a manter que os EUA não devem considerar a religião de um refugiado ao decidir se concede o estatuto de refugiado", o ACLJ, disse na terça-feira.

O Centro Americano de Direito e Justiça argumentou, no entanto, que a religião deve ser definitivamente levada em consideração quando da concessão do estatuto de refugiado, uma vez que os cristãos e outras minorias religiosas são alvos de terroristas na região.

O Centro Americano de Direito e Justiça(CADJ), disse que o secretário de Estado, John Kerry admitiu em Março que o  ISIS mata os cristãos por causa de sua religião.

Representantes do Centro Americano de Direito e Justiça disseram:"Então, nós sabemos que o ISIS tem como alvo os cristãos no Iraque e na Síria, porque eles são cristãos. Os cristãos estão sendo massacrados, torturados, estuprados e deslocados, porque eles são cristãos. Sabemos também que,  segundo o direito internacional dos refugiados, a religião é um critério de concessão para o estatus de refugiado ", o Centro Americano de Direito e Justiça acrescentou, alertando que, a menos que uma ação séria seja tomada para proteger as minorias, elas serão eliminadas nas mãos do ISIS.
Os relatórios  do ano passado, como os da Worldwide Refugee Processing Systems, também sugeriram que os EUA estão fazendo muito poucos para os cristãos como parte de seu programa de refugiados.

O relatório de novembro de 2015 afirmou que os refugiados cristãos representam apenas 1,6 por cento das chegadas totais em 2015, enquanto os muçulmanos são cerca de  97,8 por cento do total.
Para efeito de comparação, perto de 10 por cento da população síria é cristã, e mais de 700.000 cristãos sírios foram deslocados e expulsos de suas casas por causa do ISIS.
O Centro Americano de Direito e Justiça tem falado  contra o genocídio das minorias em um número de ocasiões , mas em maio, disse que o reconhecimento do genocídio, tanto por parte de os EUA e a ONU, será um passo importante para enfrentar a crise.

O Centro Americano de Direito e Justiça está chamando a comunidade internacional a tomar "uma ação rápida e decisiva", dizendo que sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas de Junho terá de decidir sobre as medidas para pôr fim ao genocídio em curso.


"À medida que o tempo para a reunião do HRC está se aproximando rapidamente, é importante que os Estados Unidos e o secretário Kerry ajam  rapidamente e decisivamente para o avanço na ONU a causa daqueles cristãos alvo do ISIS. Estamos otimistas de que eles vão fazer isso, "o grupo escreveu.

 Stoyan Zaimov (CP)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Papa Francisco vai participar do Together 2016 junto com Líderes e cantores evangélicos. Mais de 1 milhão de cristãos irão participar.



Líderes evangélicos estão em uma campanha chamando 1 milhão de cristãos para se reunirem na capital dos EUA no próximo mês ,para orarem e adorarem juntos em um evento histórico chamado "Together 2016." (juntos 2016).


Inspirado por Nick Hall, o fundador do ministério PULSE, um movimento de oração e evangelismo para capacitar  a igreja e despertar a cultura para Jesus, os americanos estão sendo instados a se unirem no National Mall, em 16 de Julho e orarem juntos para que Deus mude os corações de uma América dividida. Nick Hall está sendo chamado de “o Billy Graham da nova geração”.

Adicionando seu nome à programação de oradores e músicos convidados está o Papa Francisco, que vai falar em uma mensagem de vídeo para a multidão.

"Estamos honrados por seu envolvimento e estamos ansiosos para compartilhar sua mensagem com a multidão que se reunirá no Together 2016," disse Hall em uma declaração ao The Christian Post, reagindo ao anúncio de que o papa acrescentou seu nome à lista de convidados. " Sua Santidade  escolher  para falar a este dia histórico é uma prova da urgência e da necessidade de seguidores de Jesus para se unirem em oração por nossa nação e nosso mundo."

Pastor Nick Hall teve essa  ideia radical de unir pastores e líderes cristãos de todas as origens denominacionais para se juntarem a 1 milhão de pessoas no evento gratuito na esperança de inspirar um verdadeiro avivamento na América.

Mais de 40 oradores conhecidos, cantores, autores e líderes de várias origens serão apresentados no projeto, unificados em oração e adoração.
Mais de 1.000 igrejas em todo o país já se comprometeram a participar, e haverá 8.000 oportunidades de serviço voluntário dentro de um raio de 100 milhas de Washington, DC durante a semana antes e depois do evento.

"Os temo chama para esse momento", disse Hall. "É hora de recolher em grande escala e chamar a nossa atenção para onde realmente importa. A nossa esperança e nossa ajuda são encontradas em Jesus, não em líderes políticos. Estamos indo para  juntos, buscarmos a Deus, orarmos por nossa nação e pela unidade. Nosso objetivo é reunir como uma frente unida, buscando Jesus e mudarmos  a nossa nação por meio da oração e adoração ".

Oradores convidados confirmados e artistas incluem: Hillsong United, Kari Jobe, Francis Chan, Lecrae, Nick Hall, Paixão, Crowder, Kirk Franklin, Ravi Zacharias, Jeremy Camp, Andy Mineo, Michael W. Smith, Lauren Daigle, Christine Caine, Mark Batterson , Matthew Oeste, Jo Saxton, Mike Kelsey, Casting Crowns, John K. Jenkins Sr., Josh McDowell, Laurel Bunker, Luis Palau, Tedashii, Tasha Cobbs, Lacey Sturm, York Moore, Trip Lee, Samuel Rodriguez, Ronnie Floyd, Reid Saunders, Bob Lenz, José Zayas, Jennie Allen, Nabeel Qureshi, Ann Voskamp, ​​KB, Christine D'Clario, Matt Maher, Sammy Wanyonyi, Lindsey Nobles, Amena Brown e Josh Brewer.


Together  2016 será realizado de 09:00-21:00 em 16 de julho no National Mall em Washington, DC .

Fonte: Christianpost

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...